Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

O azeite faz parte da cultura mediterrânea desde suas origens. Inicialmente, eram utilizados exclusivamente como alimentos, porém ao longo do tempo passou a fazer parte da composição de medicamentos, produtos de beleza e higiene, entre outros. Os gregos atribuíam um uso curioso ao azeite: acreditavam que sua aplicação em massagens era responsável pelo aumento da virilidade.

Atualmente, é um produto que está em alta tanto em relação à gastronomia quanto à questões de saúde! A maioria de suas propriedades benéficas é devida aos ácidos graxos monoinsaturados presentes em sua composição, conforme comprovam alguns estudos. O consumo de azeite de oliva pode ter uma atuação positiva frente a doenças cardiovasculares, além de contribuir para a possível manutenção dos níveis saudáveis de colesterol.

A produção de azeite é algo bastante sério e fiscalizado. Existem órgãos específicos e conceituados para verificar a qualidade do azeite de oliva produzido, entre elas, o Conselho Internacional para o Azeite de Oliva e o Comitê Oleico Internacional (COI), sediados na Espanha.

Sem dúvida, este é um produto com certos benefícios, porém, vale lembrar que o consumo abusivo pode resultar em um excesso de calorias consumidas. Além disso, o azeite também contém em sua composição a gordura saturada, responsável por alguns danos ao organismo!


Gostou do assunto?
Leia mais sobre isso!!

2 comentários:

  1. Eu amoooo azeite. Saladas, bacalhau e no pão!

    ResponderExcluir
  2. Realmente, o sabor é muito bom... Mas nao sou adepta do tal do pão com azeite não.. heheheh. Prefiro a saladnha...

    ResponderExcluir