Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Frutas vermelhas: deliciosas e poderosas...

Os radicais livres são compostos formados durante diversas reações celulares oxidativas. Esses compostos causam danos ao organismo e podem contribuir para o aparecimento de diversas doenças, como: inflamações, tumores malignos, mal de Alzheimer e doenças cardiovasculares, além de acelerarem o processo de envelhecimento.

Ahhhhhhhh,e agora??? Meu próprio corpo produz substâncias prejudiciais
e que me deixam mais velhaaa..



Não precisa se desesperar.. O organismo humano desenvolveu sistemas de defesa para lidar com eles: os sistemas antioxidantes, que atuam contra a ação dessas substâncias. Além disso, você também pode dar uma forcinha com a alimentação, através dos antioxidantes presentes em alimentos, obtidos principalmente em produtos de origem vegetal.

Os principais antioxidantes nos vegetais são as vitaminas C e E, os carotenóides e os compostos fenólicos, especialmente os flavonóides.



As frutas vermelhas são alimentos que contém uma grande quantidade e diversidade de antioxidantes. Não é a toa que o consumo delas vem aumentando no mundo todo!

Estas frutas (uva, cereja, framboesa, morango, amora, melancia...) são ótimas fontes de flavonóides e antocianinas, compostos capazes de doar hidrogênio ou elétrons aos radicais livres, estabilizando estes compostos e impedindo sua ação. Além disso, também podem impedir a oxidação de vários ingredientes do alimento, particularmente de lipídios.

Também apresentam em sua composição os carotenóides, substancias com alto poder antioxidante e que podem atuar como agentes protetores ao organismo.


Depois de saber disso é só aproveitar essas frutas lindas, deliciosas e muito saudáveis.

Mas não se esqueça, as frutas são ricas em vitaminas e minerais e, assim como os demais alimentos, seu consumo dever ser variado. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o consumo de frutas deve ser de aproximadamente 4 porções diárias.




Referências:

SILVA, M. L. C.; COSTA, R. S.; SANTANA, A. S.; KOBLITZ, M. G. B. Compostos fenólicos, carotenóides e atividade antioxidante em produtos vegetais. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 31, n. 3, p. 669-682, 2010.

FALLER, A. L. K.; FIALH, E. Disponibilidade de polifenóis em frutas e hortaliças consumidas no Brasil. Revista de Saúde Pública, v. 43, n. 2, p.211-218, 2009.

Nenhum comentário:

Postar um comentário