Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 2 de março de 2010

Ser vegetariano...

As dietas vegetarianas são, a grosso modo, aquelas que não incluem produtos animais no cardápio. Como o próprio nome diz, baseia-se em vegetais: frutas, hortaliças, cereais, castanhas, etc. Não é nada fácil ser adepto do vegetarianismo, ja que vivemos em uma sociedade que consome grande quantidades de carne e, além disso, alguns cuidados são necessários para manter-se saudável.

Historicamente, os primeiros relatos sobre o vegetarianismo são encontrados em literaturas da Índia e da Grécia, no séc. VI a.C., ambas com um propósito de proteção aos animais. Atualmente, as razões para quem adota este tipo de dieta são diversas: éticas, políticas, ambientais, econômicas, saúde, estética, entre outras.

Existem vários tipos de dietas vegetarianas:

  • lacto-ovo vegetariana: dentre os produtos animais, incluem ovos e leite e derivados no dia-a-dia
  • lacto-vegetariana: inclui apenas o leite e seus derivados
  • ovo-vegetariana: inclui apenas ovos em sua dieta
  • semi-vegetariana: inclui frango e peixe na dieta, mas esta prática não é reconhecida como uma dieta vegetariana pela Sociedade Vegetariana
  • vegana: exclui qualquer produto de origem animal, sendo composta apenas por alimentos vegetais
Dentre esses tipos, o veganismo é o mais restritivo, e é visto não apenas como uma opção alimentar, mas como um estilo de vida. Muitas vezes, os produtos animais são evitados não só na alimentação, mas no dias-a-dia, como: couro, lã, pele, mel, gelatina, que variam de acordo com o indivíduo praticante.

De acordo com a American Dietetic Association, é sim uma dieta viável do ponto de vista da saúde, pois fornece todos os nutrientes necessários ao organismo, entretanto, casos em que as restrições são severas podem trazer prejuízos à saúde.

Tudo depende de como esta dieta é seguida, já que algumas incluem grandes quantidades de frituras, massas (mais calóricas), molhos (muita gordura e sódio), etc. Além disso, a exclusão de produtos animais pode causar deficiência de ferro (o que leva a anemia), de cálcio, de vitamina B12, etc.

A dieta vegetariana pode ser muito saudável, se seguida corretamente, contendo alta quantidade de fibra, vitaminas, minerais, antioxidantes, entre outros benefícios advindos dos vegetais...

Basta escolher a receita certa para as preparações do dia-a-dia. Confira o Portal Nurtição em Foco.

2 comentários:

  1. Parabéns pela postagem Mari... explicação bem clara, e texto bom de ler ^^

    ResponderExcluir
  2. Os vegetarianos precisam de mais cuidados ainda para não terem problemas... Para não ficarem fracos, anêmicos ou com flacidez de pele e muscular. Mas com certeza conseguem um peso melhor e prevenção de aterosclerose, diabetes, etc... mais que os herbívoros. Só não vale radicalizar!

    ResponderExcluir